Blog do Fabio Jr

O blog que fala o que quer, porque nunca tem culpa de nada.

Pesquisar este blog

quarta-feira, 30 de setembro de 2015

Braies Lake, Italy

Lake Braies (Pragser Wildsee em alemão) é um pequeno lago alpino localizado no Vale do Braies (um vale ao lado do Vale do Puster) a 1.496 m acima do nível do mar no município de Braies (BZ), a cerca de 97 km de Bolzano.
Um lugar deslumbrante, que mais se parece um paraíso na terra.
Vale a pena conhecer.















sábado, 26 de setembro de 2015

Sol da Justiça




Curso gratuito de T.I. pela Microsoft - Saiba como

O programa S2B (Students to Business) é uma iniciativa da Microsoft e das principais universidades do país, que tem como principal objetivo capacitar estudantes nas áreas de TI e oferecer oportunidades de emprego. 
Os estudantes inscritos no programa poderão receber treinamentos nas seguintes áreas de TI: Desenvolvimento de Sistemas e de Infraestrutura de TI* e algumas localidades terão a oportunidade de oferecer outros temas, de acordo com a demanda local. 
Os treinamentos são presenciais, mas caso o aluno não possa comparecer presencialmente, também oferecemos uma opção online através da nossa plataforma de capacitação online, o MVA. 
O programa já capacitou, até o momento, mais de 100 mil estudantes em todo o Brasil, dos quais mais de 10.000 profissionais foram incorporados imediatamente no mercado de trabalho!
Você também pode ser um deles!!!






Revelação da musica sertaneja: Bruno e Barretto






Bruno e Barretto - Farra, Pinga e Foguete (Clipe Oficial)





http://tonobuteco.com/cd-bruno-e-barretto-pinga-farra-e-foguete-2015/


sexta-feira, 25 de setembro de 2015

Petição publica contra tentativa do governo de acabar com o sistema S (SENAI, SEBRAE, SESI, SENAC e outros)

O governo federal quer acabar com o sistema S (SENAI, SEBRAE, SESI e outros)
Assine a petição clicando no site abaixo:






Veja no vídeo abaixo o depoimento do presidente do SESI e SENAI, Paulo Skaf, a respeito da tentativa do governo de cortar 30% da verba do sistema S.





Faça a sua parte!!!

Apelamos para você salvar o Sistema S, ele colabora com a educação, saúde, qualidade de vida dos trabalhadores e comunidade que precisa e o governo não pode proporcionar.
Com a redução da arrecadação destinada ao Sistema “S”, proposta pelo Congresso Nacional, os trabalhadores da indústria e a comunidade em geral no Brasil, sofrerão, pois não terão quem os apoie nos serviços de educação, saúde e vida saudável.
As escolas do SESI também podem acabar, caso haja a redução compulsória. O SESI e o SENAI preparam anualmente milhares de jovens para o Mercado de Trabalho, graças à arrecadação destinada ao sistema. Além do prejuízo as unidadesdo SESC, SENAC, SENAR, SEST, SENAT, SEBRAE.... E todos os outros órgãos do Sistema S que tanto contribuem para o desenvolvimento do País. Com serviços de educação, saúde e qualidade de vida.
- O que o SESI faz:
Criado em 1º de julho de 1946, o Serviço Social da Indústria (SESI) tem como desafio desenvolver uma educação de excelência voltada para o mundo do trabalho e aumentar a produtividade da indústria, promovendo o bem-estar do trabalhador. O SESI oferece soluções para as empresas industriais brasileiras por meio de uma rede integrada, que engloba atividades de educação, segurança e saúde do trabalho e qualidade de vida.

Na busca pela competitividade, a indústria precisa superar desafios como a elevação da escolaridade do trabalhador, a redução dos afastamentos do trabalho e a adoção do estilo de vida saudável. Em sintonia com a realidade e as necessidades da indústria nacional, a rede de escolas do SESI tem por objetivo preparar os jovens para o ambiente profissional e reforçar sua formação básica e continuada, utilizando modernas tecnologias educacionais.

Para diminuir o índice de afastamentos do trabalho e estimular um estilo de vida saudável para os industriários, o SESI oferece programas de promoção de segurança, saúde e qualidade de vida, com soluções para atender as demandas da indústria e aumentar sua produtividade, desempenhando papel decisivo para o fortalecimento do setor industrial e o desenvolvimento sustentável do Brasil.
- O SESI em números
Em 2014:

• Cerca de 2,2 milhões de matrículas em educação
• Mais de 1,7 milhão de matrículas em cursos de educação continuada
• Mais de 1,4 milhão de participantes de ações educativas
• Mais de 3,2 milhões de pessoas beneficiadas com Programas em Saúde e Segurança no Trabalho e Serviços em SST
• Mais de 3,4 milhões de pessoas beneficiadas por contratos de Lazer Ativo - Esporte e Ginástica na Empresa
• Mais de 1,3 milhão de pessoas atendidas pela Campanha SESI de Vacinação contra a gripe, hepatite B, febre amarela, antitetânica e tríplice viral
• Cerca de 3,6 milhões de participantes e expectadores em eventos culturais
• Mais de 2,1 milhões de atendimentos prestados em ações comunitárias

- O que o SENAI faz:
O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) é um dos cinco maiores complexos de educação profissional do mundo e o maior da América Latina. Seus cursos formam profissionais para 28 áreas da indústria brasileira, desde a iniciação profissional até a graduação e pós-graduação tecnológica.

As ações de qualificação profissional realizadas pelo SENAI formaram 64,7 milhões de trabalhadores em todo o território nacional, desde 1942. Esse resultado só foi possível porque o SENAI aposta em formatos educacionais diferenciados e inovadores, que vão além do tradicional modelo de educação presencial, em suas 518 unidades fixas e 504 unidades móveis em 2,7 mil municípios brasileiros. O SENAI também capacita e forma profissionais em cursos a distância, que estão à disposição do estudante 24 horas por dia, sete dias por semana.

Um exemplo das ações móveis do SENAI são os barcos-escola Samaúma I e II, que percorrem os rios da Amazônia e levam formação profissional aos moradores das cidades ribeirinhas.

Além de oferecer educação profissional de qualidade para os brasileiros, o SENAI, em parceria com o Ministério das Relações Exteriores do Brasil, opera oito centros de formação profissional no exterior - em Angola, Cabo Verde, Guatemala, Guiné Bissau, Jamaica, Paraguai, São Tomé e Príncipe, Timor Leste - e um centro de tecnologia ambiental no Peru.

O SENAI também estimula a inovação da indústria por meio de consultoria e incentivo às ações das empresas com o desenvolvimento de pesquisa aplicada e serviços técnicos e tecnológicos que são decisivos para a competitividade das empresas brasileiras.
O SENAI em Números:
• 64,7 milhões de profissionais qualificados para o trabalho entre 1942 e 2014;
• 3,6 milhões de matrículas anuais em educação profissional;
• 2,7 mil municípios em todo o país;
• 109 mil serviços técnicos e laboratoriais realizados;
• 8 centros de formação profissional no exterior, além de um centro de tecnologia ambiental. 

quarta-feira, 23 de setembro de 2015

Acidente feio na BR 277 na serra de Guarapuava - PR


Hoje por volta das 14 horas um grave acidente ocorreu na BR 277, na serra de Guarapuava, próximo a Paranaguá - PR. 
Abaixo veja as fotos de como ficou a carreta.
Segundo informações o motorista da carreta passa bem.









Acidente feio na BR 277 na serra de Guarapuava

Hoje por volta das 14 horas um grave acidente ocorreu na BR 277, na serra de Guarapuava, próximo a Paranaguá - PR. abaixo veja as fotos de como ficou a carreta.
Segundo informações o motorista da carreta passa bem.








Brinquedos com personagens deficientes

Campanha online faz pressão por brinquedos com personagens deficientes


r
Image captionJuntamente com outras duas mães, Rebecca Atkinson criou a campanha #ToyLikeMe (Crédito: Beth Moseley Photography | #ToyLikeMe)
Como muitos pais de crianças pequenas, a jornalista inglesa Rebecca Atkinson às vezes tem de desbravar, dentro da própria casa, um mar de bloquinhos coloridos com minimágicos, minifazendeiras e outros tantos bonequinhos de plástico.
Em abril deste ano, ela começou a reparar nos brinquedos dos filhos mais de perto e percebeu que nenhum deles representava crianças com deficiências.
"Naquele momento me deu um estalo. Brinquedos entretém e também educam. Quase sem nenhum personagem deficiente, o que essa indústria está ensinando para as crianças?", disse à BBC Brasil.
Image captionA britânica usa massinha e peças de plástico para adaptar brinquedos (Crédito: Beth Moseley Photography | #ToyLikeMe)
Rebecca decidiu então criar uma campanha - #ToyLikeMe - para pressionar empresas de brinquedos a criar personagens com algum tipo de deficiência.
Mais do que isso, ela quer mostrar a importância de brinquedos desse tipo para as crianças com e também sem deficiências. Na semana passada, a campanha conseguiu seu primeiro grande trunfo: a Playmobil no Reino Unido anunciou que lançará uma série retratando deficientes.
Veja trechos do depoimento que Rebecca deu à BBC Brasil:
Image captionA personagem Elsa, do filme da Disney 'Frozen', foi fotografada com um aparelho auditivo após o relato de uma mãe cuja filha acreditava que princesas não usavam o dispositivo (Crédito: Beth Moseley Photography | #ToyLikeMe)
"Quando me dei conta de que os brinquedos dos meus próprios filhos não representavam os deficientes, isso mexeu muito comigo porque eu era uma dessas crianças. Eu cresci usando aparelho auditivo e nunca me vi representada em nenhum lugar. Não havia pessoas surdas na TV, nos quadrinhos que eu lia e nem nos meu brinquedos.
Comecei a pesquisar sobre isso e descobri que não tinha nenhuma organização que tratasse do tema. Então, chamei duas amigas que são mães de crianças com deficiências e começamos a campanha #ToyLikeMe.
Abrimos uma página no Facebook e um perfil no Twitter e começamos postando imagens de brinquedos com deficiências que encontrávamos na internet, mas quase não havia nada. Então, começamos a fazer a adaptar os brinquedos nós mesmos.
Quando postamos uma foto da Tinker Bell (Sininho) usando um implante coclear, feito com massinha, a foto viralizou. Foi compartilhada por pais de todos os cantos do mundo cujos os filhos eram surdos ou tinham audição reduzida - e viviam a angústia de decidir se o filho deveria usar o aparelho e o temor de ver a criança excluída da sociedade.
Então, começamos a adaptar mais brinquedos e a pedir que nossos seguidores enviassem fotos dos deles também. Eu fiz cadeira de rodas e aparelhos auditivos para os bonequinhos de Playmobil dos meus filhos e bengalas para uma boneca Lottie.
Image captionRebecca Atkinson defende que deficientes sejam retratados em brinquedos não apenas em kits de hospitais, mas também se divertindo, fazendo churrasco, dançando...
Recebemos centenas de mensagens de pais, inclusive do Brasil, que estão em busca de brinquedos que representem os problemas de seus filhos.
Para mim, esses brinquedos servem tanto para ajudar a criança ("olhe como o ursinho está colocando o aparelho"), como para mostrar que é ok ser diferente.
Uma das mensagens que mais me emocionou foi a de uma mãe que disse que depois de a filha começar a usar aparelho auditivo, a menina não brincava mais de princesa porque ela achava que as princesas jamais usariam um.
Image captionRebecca Atkinson decidiu criar a campanha após perceber que entre os brinquedos de seus filhos não havia nenhum personagem deficiente
Então eu fiz uma foto da Elsa (estrela do filme Frozen) usando a hashtag #deafelsa (Elsa surda) e outras pessoas começaram a compartilhar fotos com a boneca adaptada.
A mensagem da #ToyLikeMe não é apenas dizer que crianças deficientes precisam de brinquedos assim, mas, sim, dizer que todas as crianças precisam ver uma representação positiva de deficiências nas caixas de brinquedos, assim, todas elas vão crescer com uma atitude mais positiva.
Image captionA #ToyLikeMe recebe centenas de mensagens de pais, inclusive do Brasil, que estão em busca de brinquedos que representem as deficiências dos filhos
Também é importante para nós lutar contra estereótipos. Eu sou deficiente (ela também tem um problema de visão) e passo apenas 0,000001% da minha vida no hospital. Mesmo assim, as crianças deficientes estão sempre sendo relacionadas a hospitais, perpetuando o senso comum de que os deficientes pertencem a hospitais. É assim que você ensina o preconceito para uma criança.
Então, é muito poderoso mostrar deficientes fazendo coisas normais, se divertindo, fazendo churrasco, praticando esportes.

Massinha

Além de massinha, uso fios, cola e outros materiais para adaptar os bonecos, fazer aparelhos e cadeiras de roda. Muita gente me pede para comprar, mas as adaptações que faço são frágeis, não durariam cinco minutos nas mãos de uma criança.
Image caption(Crédito: Beth Moseley Photography | #ToyLikeMe)
É por isso que pressionamos as empresas de brinquedos. É por isso que comemoramos tanto na semana passada. Na nossa campanha, lançamos uma petição online para pressionar a Playmobil a passar a vender bonecos similares aos que criamos.
Mais de 50 mil pessoas assinaram em uma semana e a Playmobil concordou em lançar uma linha de brinquedos inspirados na #ToyLikeMe.
Entramos em contato com muitas empresas. Para as pequenas, sai caro demais ter máquinas com moldes de cadeira de roda, por exemplo.
Companhias maiores, como Lego, Hasbro, Disney e Mattel (fabricante da Barbie), podem arcar com esses custos, mas infelizmente eles não responderam nossos contatos.
Acho ótimo que empresas como Lego criaram um bonequinho que é um senhor na cadeira de rodas. Mas gostaríamos que a empresa fosse além. Criamos, por exemplo, uma pista de skate usada por cadeirantes para ilustrar nossa nova petição online e inspirar a Lego e outras empresas."
Image caption(Crédito: Beth Moseley Photography | #ToyLikeMe)
Image captionFoto da Sininho com aparelho auditivo viralizou no início da campanha (Crédito: Beth Moseley Photography | #ToyLikeMe)


Receita de Camarão Frito

Aprenda como fazer uma típica receita de camarão frito!


Ingredientes


- 1 quilo de camarão cinza limpo e lavado;
- Sal (a gosto);
- 1/2 limão;
- 2 dentes de alho espremidos;
- 1 1/2 colher de sopa de farinha de trigo;
- Óleo (para fritar).

Modo de Preparo


1. Com o camarão seco, tempere-o com sal a gosto, o meio limão e os alhos espremidos.
2. Salpique a farinha de trigo e misture bem.
3. Coloque em uma panela com o óleo bem quente e frite até ficar dourado.


domingo, 20 de setembro de 2015

Gato do deserto com filhotes

(Felis margarita)

Trata-se de um felino bem adaptado à vida em desertos arenosos como os do Sahara, Arábia, Irã, Afeganistão, Turcomenistão e Paquistão.


segunda-feira, 14 de setembro de 2015

Respostas para o teste hackear.virusbrasil




Se você quiser chegar a está tela terá muito trabalho, tenho todas as respostas, mas sugiro que tente fazer.

porém se quiser mesmo a resposta deixar o e-mail nos comentários que eu enviarei grátis.

Site:
hackear.virusbrasil.com.br/1.htm 

sábado, 5 de setembro de 2015

Possíveis participantes A Fazenda 8



Confiram as celebridades que podem pintar na próxima edição do reality; A Fazenda, da Rede Record.




Janaína Santucci, Dj e Modelo





Eduardo sterblitch, Humorista





Rita Mattos, gari e modelo




Jacaré, Dançarino e ator








Narjara Turetta, Atriz






Raí, Ex-jogador de futebol







Aline Riscado, Dançarina, Modelo e Atriz








Alvaro Garnero Filho, Empresário







Valentina Francavilla, Modelo








Amin Khader, Promoter 











Karen Kounrouzan, Modelo







Oscar Filho, repórter e humorista








Andressa Ferreira, modelo






Lobão, Cantor